• Janaina da silva cos

    Verdadeiramente as intalações portuárias no Brasil estão muito a baixo do quadro de " precariedade"

  • Érico Dema

    Chamar de "Instalações precárias" é bondade do autor.

  • Patricia – 2° Co

    E o ES vai perder ainda mais daqui a 2 anos quando o Superporto do Açu (que a empresa de Eike Batista está construindo na divisa entre ES e RJ) começar suas operações. 32 empresas que operam em nossos terminais estão com sérios planos de migrar para lá. As autoridades portuárias do ES precisam tomar uma atitude em relação a isso ou o Estado perderá sua receita proveniente do escoamento de produção do Centro-Oeste e Sudeste do país.

  • augusto

    o impecílio fica evidente quando o texto si referi no trecho " sem intervenção política",para que isso aconteça vão ter que amarrá esse "pessoal".