Você tem um negócio e decidiu que a importação empresarial é o melhor caminho? Já ouviu dezenas de pessoas te falar que a importação é um NEGÓCIO LUCRATIVO, que você pode comprar por 1 e vender por 3, mas não sabe por onde começar? Então este conteúdo é para você. Fica comigo. RAMO DEFINIDO E CAPITAL DISPONÍVEL Antes de falar sobre classificação fiscal, viabilidade financeira ou cuidar da logística, você precisa ter um RAMO DEFINIDO e CAPITAL DISPONÍVEL. A importação exige uma certa quantia financeira Leia mais

A NCM é a chave para o segredo de qualquer importação. Identificar e preencher corretamente o código fiscal nos documentos oficiais, orienta todos os procedimentos administrativos e aduaneiros durante todo o processo. Mas e se ela estiver errada, quais são as consequências aduaneiras e tributárias para a operação? É sobre isso que vamos tratar neste conteúdo. Você vem comigo? O QUE É A CLASSIFICAÇÃO FISCAL DE MERCADORIAS (NCM)? Escolher a NCM de uma mercadoria é atribuir um código numérico, que permite identificar uma mercadoria, de Leia mais

documentos na importação

A decisão de importar nasce com a oportunidade existente, no mercado interno, de produtos que você encontrou no exterior, com preço acessível, qualidade superior, e a certeza de lucratividade. Porém, importar no Brasil não é para amadores, sobretudo em momentos de variação da moeda internacional. E a documentação exigível na importação é a etapa que mais gera problemas, se não controlado adequadamente. E ela precisa ser gerenciada por especialista.  Qualquer erro, falta de informações ou assinatura, pode atrasar a liberação (no menor dos problemas) ou Leia mais

Portal Único de Comércio Exterior

Portal Único de Comércio Exterior. Nas últimas 3 décadas o Brasil caminhou em direção à modernidade tecnológica e redesenho das operações de importação do Brasil. Saímos de processos exclusivamente feitos em formulários contínuos, para sistemas informatizados, que permitiu um controle administrativo e aduaneiro de operações de comércio exterior totalmente informatizado. O Siscomex De 1997 até 2012, o Brasil manteve um sistema desatualizado, o Siscomex Importação, instalado localmente, que permitia gerenciar as importações brasileiras, sem nenhuma ferramenta de gestão ou conferência, mas que ainda assim trouxe Leia mais

primeira importação

Em vez de ler, que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo: Primeira Importação. Ao longo das últimas décadas o Brasil ampliou a base de importadores e exportadores, simplificando processos, eliminando barreiras, e reduzindo a complexidade que envolve a compra de produtos do exterior. É fato que muita coisa ainda precisa de muitos ajustes, que não podemos ser comparados a outros países, mas hoje já é possível que uma empresa de pequeno porte efetue suas importações, sem procedimentos complexos ou caros, lucrando duas ou três vezes Leia mais

Habilitação no Radar

A sua Habilitação no Radar pode estar suspensa e você nem tomou conhecimento. Recentemente a IN nº 1.893/2019 alterou o prazo de inatividade do Radar/Siscomex, que eram de 18 meses, passando para 06. A Instrução Normativa começaria a vigorar em 16/06/2019, e a grande dúvida não era o prazo daqui para frente, mas se as empresas que já estivessem em inatividade teriam a Habilitação no Radar suspensa, ou se haveria um prazo de vacância (algo que começasse a valer a partir de agora). Bem, no Leia mais

A EVOLUÇÃO DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO Quem hoje reclama do SISCOMEX, e não pegou o período jurássico do comércio exterior brasileiro, não faz ideia do quanto de modernidade passamos de 1997 para cá. Anterior a 1997, para se importar no Brasil era necessário preencher ‘dúzias’ de formulários, dar entrada com os pedidos em órgãos arcaicos, e esperar pelos carimbos dos burocratas engravatados, que estavam nos prédios luxuosos pelo país inteiro. Em 1997 experimentamos uma mudança significativa, com a completa eliminação dos formulários em papel, para um modelo eletrônico.  O SISCOMEX Leia mais

documentos na logística internacional

Os documentos na logística internacional representam uma importante função na negociação, e merece atenção especial do gestor do processo. Recentemente eu recebi uma dúvida de uma aluna, que falava sobre os diversos tipos de existentes, e resolvi responder a sua dúvida aqui no blog. O mundo da logística, principalmente os documentos envolvidos, é uma verdadeira sopa de letrinhas. São siglas, nomes, emissores diferentes, que exige muito cuidado de quem está na linha de frente da importação ou exportação. As vezes os documentos na logística internacional Leia mais

DU-E

DU-E. Hoje eu quero bater um papo com você, despachante aduaneiro, que ainda tem dúvida se a DU-E (declaração única de exportação) vai reduzir (ou acabar) como serviço do despachante aduaneiro. Você acredita que a implementação da DU-E é um problema para o despachante aduaneiro, e que ele vai ficar sem trabalho? Eu não acredito. O despachante continua com a sua importância na logística aduaneira, que envolve todos os procedimentos de liberação aduaneira (antes, durante e depois da liberação alfandegária), e a simplificação dos lançamentos de Leia mais

medidas e dimensões dos contêineres

A história da criação do contêiner é incerta e cheia de mistérios. Alguns dizem que o equipamento existe desde a China antiga, mas o que sabemos é que a unidade de aço que conhecemos foi criada no século passado, nos Estados unidos. Mesmo com esta divergência sobre o local da criação, o fato é que esta unidade de aço revolucionou o comércio exterior no mundo. Estima-se que cerca de 95% das cargas transportadas pelos mares são estufadas em contêineres de 20 ou 40 pés. Os Leia mais

VEÍCULO USADO

A gente está acostumado a sonhar com carros importados.  Marcas como Ferrari, Lamborghini, Covertte, e outras tantas, estão no imaginário de qualquer um que gosta de veículos potentes. Mas você já imaginou que existe mercado para Kombi, Fusca, Karmann Ghia, Opala, em países, como Estados Unidos e Alemanha? Pode parecer estranho, mas estes mercados compram estes veículos, por colecionadores que não se importam de pagar boas quantias de dólares. Nos últimos meses eu tenho feito embarques rotineiros, sobretudo de Kombi, e neste artigo eu vou Leia mais

Certamente você já ouviu que importar no Brasil é uma coisa insana, não? De que a fiscalização não perdoa nenhum vacilo, e que sua carga sempre vai ficar parada na receita, esperando a boa vontade dos fiscais aduaneiros, não é? Pois é. Existe verdade, mas existem mitos e exageros nestas afirmações. A fiscalização aduaneira é dura, exige-se muito do importador, mas nem tudo que é falado no mercado corresponde a verdade. E neste artigo eu vou tentar extinguir alguns destes mitos, que atrapalham a vida de Leia mais