Vou adaptar ou mudar de mercado?

mercado, Comércio Exterior

As influências culturais afetam o comportamento de compra do consumidor. Isso ocorre porque a cultura é um conjunto de idéias, valores, experiências, fatos e símbolos que auxiliam o ser humano a se comunicar, a interpretar e se avaliar como membros pertencentes a uma determinada sociedade.

Outros fatores também concorrem com o momento de tomar uma decisão, seriam as influências pessoais, grupos de referências, familiares, classes sociais, ou até mesmo pelo contexto situacional.

Todos estes aspectos fazem com que um produto ou serviço muitas vezes tenha que ser adaptado a um determinado mercado. Por isso a sensação de que não é o mesmo produto ou marca em certos locais. Ou então, é feita uma mega campanha de marketing para uma marca e rapidamente ela desaparece sem conseguir se deslanchar no mercado.

A cultura de uma nação determina o que os fornecedores podem oferecer, as maneiras como os produtos podem ser comercializados e o grau em que os consumidores podem atuar sobre suas preferências.

Isso ocorre porque cada povo tem seus valores, normas, religião, crença, grau de instrução e idéias que são transmitidas de uma geração para outra. E com isso a cultura acaba fornecendo valências positivas ou negativas para as marcas e formas de comunicação que definirão a ideologia do consumo.

É muito comum as empresas terem que se adaptar não somente para vendas em países diferentes, muitas vezes até mesmo dentro do próprio país. O Brasil é um clássico exemplo disso, por ser extenso territorialmente e formado por culturas de países distintos. Várias marcas possuem seus produtos ou serviços adaptados conforme o gosto da região. Alguns itens nem chegam a ser vendidos em determinados locais e ficam como exclusivos daquele mercado.

Para as empresas que desejam exportar, este tema é de suma importância para se destacar no mercado e perpetuar a marca. Não é possível entrar e permanecer no mercado não atendendo as necessidades e desejos dos consumidores ou ainda ofender sua cultura e seu povo.

Às vezes estas adaptações no caso de produtos são pequenos detalhes como tamanho e formato da embalagem, alguma descrição que deva ser claramente destacada no produto. Mas como também pode ser uma grande mudança no sabor, essência, características físicas, cores, assim como alterações na forma de processamento para produção e comercialização.

Fornecedores de xampu e condicionador tiverem que se adaptar ao mercado peruano. Isso porque no Peru além de ter os itens em embalagens similares aos nossos, as pessoas têm o costume de comprar embalagens menores, como o que é conhecido no Brasil por sache. O que muitas vezes no Brasil é utilizado como amostra grátis é um artigo de compra bastante utilizado pelos consumidores locais. Principalmente por aqueles que não têm condições de pagar pela embalagem maior.

Para os prestadores de serviços as solicitações podem ser na forma como proceder no atendimento, estrutura para prestação do serviço, tipo de serviço a ser prestado e inclusive exigências quanto a quem está apto a prestar e com quais recursos podem ou não ser utilizados.

É recomendável antes de começar os investimentos para o processo de exportação que a empresa conheça o mercado alvo, sua cultura e seus costumes. Saber quais tipos de influências os consumidores estão sujeitos e o que deverá ser feito para atender aquele mercado. Isso para certificar se a empresa terá condições de se adaptar para atender o público alvo. Pois, caso negativo o máximo que poderá ocorrer é uma venda isolada e sem continuidade, podendo ainda, inclusive, deixar uma percepção negativa em relação marca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *