Seguro internacional de carga: Devo Fazer na Importação?

Seguro Internacional de Carga

Esta não é uma dúvida que deveria existir na cabeça de todo importador, mas por incrível que parece, o seguro internacional de carga na importação ainda não é uma escolha comum.

Muitos importadores ainda acham que contratar um seguro internacional de carga é uma despesa e não uma proteção da sua mercadoria.

E por que esta dúvida ainda persiste?  Porque muitos querem diminuir o impacto dos custos sobre as suas importações, principalmente porque os tributos incidentes são altos, e qualquer de redução é sempre bem-vinda.

Mas deixar de fazer o seguro internacional é uma escolha correta?

O que é o seguro internacional de cargas na importação?

São formas contratais feitas entre importador e companhia de seguro, que visa cobrir danos à carga transportada, dos mais variados tipos.

Ele busca promover uma tranquilidade do processo de transporte, principalmente para o importador, contra um sinistro.

Um sinistro no seguro internacional de carga refere-se aa qualquer evento em que o bem segurado possa sofrer. Representa a materialização do risco, cuja reparação (total ou parcial) deverá ser feita pela seguradora.

Por que fazer um seguro internacional de cargas na importação?

O transporte internacional oferece inúmeros riscos à mercadoria transportada, seja ela em qualquer modal.  Do mais simples e perto, ao mais complexo e longe, em nenhuma hipótese é possível dizer que a mercadoria estará livre de qualquer problema.

E por menor que seja o valor da mercadoria, não é recomendável que a carga seja transportada sem a garantia de um seguro internacional.

Mesmo nos casos em que a operação tenha a assistência de um agente de carga, há diversos fatores que podem impactar negativamente na logística da operação.

O seguro tem a finalidade de cobrir todos os tipos de danos ou avarias à carga, durante o trajeto do seu transporte, para que o importador não tenha nenhum prejuízo. O seguro é válido durante o período em que ela está sendo transportada, porém, é possível estender enquanto ela está em armazéns.

A obrigação da contratação do seguro internacional de carga

A contratação do seguro internacional de carga está diretamente ligada ao Incoterms pactuado.

Nas modalidades CIF (exclusivamente no Aquaviário) e CIP (em qualquer modalidade), a obrigatoriedade da contratação do seguro é do vendedor. Para todas as outras, é facultativo para ambas as partes.

No Brasil, não há a obrigatoriedade da contratação do seguro internacional de carga, e exceto nestes dois Incoterms citados (em que o exportador já envia a mercadoria segurada) as demais situações é uma decisão do importador.

Deveria ser natural que 100% das operações de importação estivessem amparadas por uma apólice de seguro contratada pelo importador, mas a prática do dia a dia mostra que nem sempre isso acontece.

Seja por desconhecimento da importância, ou por achar que o prejuízo nunca irá acontecer com ‘aquela carga’, a cultura de contratar seguro internacional ainda é muito baixa no Brasil.

O que mais impacta na hora de definir o valor do prêmio?

Esta não é uma pergunta tão simples de responder, porque a variação de produtos transportados é imensa e o preço final do valor a ser pago à seguradora depende de inúmeros fatores.

Apenas para se ter uma ideia, elementos como: Mercadoria, Embalagem, Perecibilidade, Origem e Destino, Modalidade de Transporte e valor da mercadoria influenciam diretamente no preço a ser pago.

Você não encontrará uma tabela única que te dará o preço em poucos clientes, e sempre que desejar cotar o preço deverá buscar um apoio especializado.

Por experiência de quem atuam com importação há muitos anos, o preço médio do prêmio de seguro não ultrapassa 0,5% do valor total da mercadoria. Porém, esta é a minha realidade, e você deverá identificar a sua.

Mas a título de informação, pagar 0,5% de prêmio à seguradora, para garantir a segurança da operação, de uma ponta a outra, não pode ser objeção para contratar, estou certo?

E apesar de ser bastante óbvia esta afirmação, o que vejo no dia a dia são empresários achando que este é um preço que ´inviabiliza a operação´.

Como funciona a contratação do seguro internacional de carga?

Você deve procurar um corretor de seguro, o único especialista no assunto.

O corretor de seguros é um profissional especializado, tecnicamente preparado, legalmente habilitado a intermediar, angariar e a promover contratos de seguros.

Existem três tipos de coberturas:

  • Ampla A;
  • Restrita B; e
  • Restrita C.

 Cada uma delas tem função específica, e que precisar ser analisada de acordo com a sua operação/situação.  Não é um processo de escolha simples, e o erro, por menor que seja, pode comprometer toda a sua operação.

Você já decidiu contratar o seguro, e agora não pode errar na escolha. E para que isso não acontece, entregue esta etapa para alguém especializado. Cabe a ela oferecer as melhores soluções para a sua importação.

Faça com alguém da sua confiança, ou se você nunca contratou este tipo de serviço, peça indicação.

Se você precisar de indicações, me escreva que te recomendarei os melhores do mercado.

Temos um Vídeo no Youtube sobre Seguros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *