A descoberta da importação pelas pequenas empresas

Pequenos empreendedores, não se intimidem com a palavra “pequena” no titulo de sua empresa, pois vocês têm condições de atingir o mesmo mercado que seus concorrentes que na maioria das vezes são distribuidores de médio e grande porte.

Cada vez mais os pequenos empreendedores têm sofrido com a pressão feita por grandes empresas, sem falar da carga tributária que muitas vezes é fatal para empresas de pequeno porte. Mas existem várias alternativas para que empresas desse perfil consigam atingir determinado mercado e crescer através de seu planejamento e operações. Uma dessas alternativas é a importação que abre portas para novos e grandes mercados.

O planejamento é fundamental para toda empresa, seja de pequeno, médio ou grande porte. É ele quem determina o caminho a ser seguido pela empresa, define a estratégia, aponta desafios, principais metas e objetivos. Se sua empresa é de pequeno porte e não possui um plano de negócios, não se preocupe, se você está firme no mercado ainda a tempo de fazê-lo. Para isso é importante estar atento as tendências de mercado, situação economia mundial e ciente dos passos a serem dados para que o planejamento faça com que a empresa possa crescer a passos firmes.

Uma dessas novas tendências é a importação, afinal atualmente qual é o pequeno empreendedor que nunca teve em seu mix de produtos algum produto importado, mesmo que não tenha sido importado de forma direta, mas sim através de um grande distribuidor?

TUDO sobre Importação

TUDO sobre IMPORTAÇÃO, sem mi-mi-mi, sem blá-blá-blá-blá, direto ao ponto. Quer se manter atualizado? Então Se inscreva nesta lista, é GRÁTIS.>

Por isso uma grande porta de crescimento atualmente é a importação, dessa forma é fundamental que essa alternativa de negócios esteja presente no plano de negócios de todas empresas que trabalham com algo tangível, ou até mesmo empresas que não trabalhe com produtos tangíveis, afinal já se ouve falar muito sobre transmissão de tecnologia que dependendo do segmento vem de outros países ou vai para outros países.

Porém, nesse mercado de encher os olhos, existem algumas barreiras a serem quebradas, principalmente para os pequenos empreendedores, pois muitos deles quando se interessam por esse mercado vão a campo buscar mais informações sobre o assunto. E, muitas vezes, encontram portas fechadas, recebem a notícia de que para importar é necessário ter grandes volumes ou que a ordem mínima de compras é um container fechado.

Essa informação foi constatada através de uma pesquisa feita por uma renomada consultoria em negócios internacionais, que descobriu que 83,4% dos pequenos empreendedores que buscam informação sobre o mercado de importação desistem do projeto por não receberem informações específicas para o perfil de suas empresas. Segundo a Gerente Geral da empresa, os pequenos empreenderes chegam até ela com certo receio, na maioria das vezes negativistas a respeito dessa possibilidade, sempre comentando que já ouviu falar que isso não da certo e é muito caro.

“O maior desafio em atender nossos clientes nesse perfil é quebrar o paradigma de que a importação não é para as pequenas empresas. Eles chegam até nós com muito receio, carregados de informações mal esclarecidas que acabam formando uma opinião errada. Assim que conseguimos demonstrar que o acesso a esse mercado é possível, temos condições inseri-los como importadores no mercado”, pontuou a responsável pela pesquisa.

Por isso é importante que os pequenos empreendedores estejam conscientes de que a importação não é impossível, mas sim algo simples, com suas etapas, deve ser tratado como um projeto, com investimento proporcional as exigências da empresa que deseja se posicionar como importadora.

4 Comentários


  1. Bom dia,

    Tenho uma dúvida quanto a emissão de NF na importação por conta e ordem de Terceiros. A Trading emite a NF de entrada conforme Invoice com destaque de ICMS que foi recolhido, na emissão de saida dessa NF para o adquirente o destaque de ICMS se altera, é correto eu destacar os impostos dessa nota de saida somando todas as despesas que houve na nacionalização?

    Grata

    Elizabeth

    Responder

  2. uma duvida: É preciso ter na razao social, a descricao "importador" para poder realizar importações?

    Responder

  3. Bom texto. A importação feita pelas pequenas empresas parece ser algo um tanto mais complicado, talvez por falta de infomação.

    Alguém sabe como se dá a negociação do transporte para ser apanhada, por exemplo, uma encomenda no valor FOB de US$ 100, 0,5Kg, 20cm cúbicos?

    Como e com que é acertada essa negociação?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *