Internacionalização de Empresas

Internacionalizar uma empresa não quer dizer que dois funcionários vão entrar no avião no Brasil e descer em outro país batendo na porta dos clientes e fechando pedidos fabulosos proporcionando um crescimento espetacular para empresa. É, na verdade, um trabalho que requer bastante conhecimento e planejamento prévio.

Existem diversas maneiras que as empresas, de forma geral, utilizam para ingressar em novos países. Uma delas, bastante utilizada por pequenos empresários, seria de fato enviar alguns funcionários para fazer um treinamento em alguma empresa parceira naquele país para obter conhecimentos básicos do mercado e tentar ingressar de forma menos despreparada.

As médias empresas costumam contratar serviços de consultoria especializada em internacionalização de mercado para fazer o planejamento completo de forma a analisar todos os aspectos antes de fazer o investimento no novo mercado. Segundo especialistas na área de negócios internacionais, esta forma é a que as médias empresas mais utilizam para ingressar em mercados estrangeiros por ser feita de maneira mais planejada minimizando os riscos.

TUDO sobre Importação

TUDO sobre IMPORTAÇÃO, sem mi-mi-mi, sem blá-blá-blá-blá, direto ao ponto. Quer se manter atualizado? Então Se inscreva nesta lista, é GRÁTIS.>

As grandes empresas também costumam utilizar desta mesma estratégia, mas outra muito utilizada por elas é fazer aquisições de empresas no mercado alvo, para obter know how e depois, quando detém o conhecimento especifico do mercado se separam e ela continua o seu trabalho independente.

Outra forma bastante utilizada por todos os portes de empresas é quando o próprio cliente abre as portas para o seu fornecedor, ou seja, a empresa pode contar com a ajuda do próprio cliente local. Exemplo disso é quando há um cliente no mercado nacional, mas que também atua em outros países e por isso este cliente solicita seu fornecedor para atendê-lo também em outro país.  Neste caso é comum, inclusive, que a empresa ocupe parte da planta física do seu cliente enquanto passa pelo processo de internacionalização naquele novo país.

Estas são algumas das formas que normalmente as empresas utilizam para internacionalização. Entretanto, alguns pontos também devem ser cuidadosamente analisados antes de ingressar em um novo mercado, tais como a capacidade de produção da empresa, registro de marca, patentes, possibilidade de atender as adaptações nos produtos/serviços, e principalmente, conhecimento especifico para operacionalizar os processos de comércio exterior de forma segura e correta.

Independente da forma de internacionalização adotada cada gestor deve conhecer bem o seu negócio e fazer o seu planejamento para obter sucesso no novo mercado e não causar prejuízos a empresa e imagem da sua marca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *