Crise Financeira

Comércio exterior

A crise financeira internacional agravou os problemas de má gestão dos sete países mais ricos do mundo. Suas finanças estão deterioradas e acumulam dívidas de US$ 30 trilhões, mais de 50% do PIB mundial. Com grave estagnação econômica, desemprego recorde e elevados rombos orçamentários, não apresentam um plano consistente de recuperação. A opção seria impor redução de gastos públicos, incentivar a poupança interna, investir em projetos sociais e em infra-estrutura. Ao invés disso, persistem os gastos inúteis e cortes em setores geradores de emprego e Leia mais

A declaração mais recente do presidente Lula foi um elogio e uma massagem ao ego aos que ele classifica como os mais pobres, considerando-os como sustentadores da economia brasileira neste período de crise mundial (para alguns analistas já estamos saindo dela). Atrás desta declaração existem outros fatores muito interessantes que de fato sustentaram a economia brasileira na crise mundial.  Dentre elas, a diminuição da carga tributária que teve como alvo o aquecimento da indústria e seus itens de consumo, em grande maioria, alvos de cobiça Leia mais